São Paulo sem chuvas. Apesar disso, pouca poluição

Mesmo sem chuva há dezenove dias, a capital paulista não está enfrentando eventos críticos de poluição, segundo a meteorologista da empresa Climatempo Josélia Pegorim. A situação ainda não é preocupante, já que todas as estações medidoras da Cetesb na capital têm registrado qualidade regular nos últimos dias.De acordo com a Cetesb, as condições meteorológicas para amanhã são desfavoráveis para a dispersão dos poluentes.É que a massa de ar quente que atua sobre São Paulo empurra para o mar uma frente fria que causa apenas ligeiro aumento de nuvens amanhã entre a capital e o litoral.A Climatempo avisa que o tempo só vai mudar a partir da tarde do domingo, com a passagem de outra frente fria, maisorganizada, que provoca chuviscos no leste, incluindo a Grande São Paulo, melhorando a qualidade do ar. Chove fraco no centro-leste paulista e a temperatura cai um pouco na segunda-feira. Hoje, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou mínima de 14,8 e máxima 25,6 graus, com 45% de umidade relativa do ar às 15 horas, no Mirante de Santana, na zona norte. As temperaturas ficam estáveis até segunda-feira, quando a máxima baixa para 21 graus durante a tarde.

Agencia Estado,

01 de julho de 2004 | 17h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.