José Patrício/AE
José Patrício/AE

São Paulo tem 178 km de lentidão e sete pontos de alagamento

A região com o maior volume de trânsito é a zona sul, seguida pela zona oeste e central

EQUIPE AE, Agência Estado

18 Fevereiro 2013 | 19h49

SÃO PAULO - Após a chuva intensa que caiu na capital paulista na tarde desta segunda-feira, São Paulo registrava 178 km de congestionamento próximo às 19h30 nas vias monitoradas pela Companhia de Engenharia e Tráfego (CET).

A região da cidade com o maior volume de trânsito era a zona sul, com 56 km. Na sequência, apareciam a zona oeste (44 km), central (33 km), leste (25 km) e norte (20 km).

Apesar de o volume de chuvas ter diminuído, a cidade ainda tinha sete pontos de alagamento, sendo três intransitáveis. Na zona sul, onde o trânsito estava mais pesado, havia dois pontos de alagamento intransitáveis, um na Avenida Vinte e Três de Maio, na altura do Viaduto General Euclides de Figueiredo, e outro na Avenida do Estado, na altura da Rua Oliveira Alves.

A zona leste tinha três pontos de alagamento, mas apenas um estava intransitável, na Avenida Professor Luiz Ignacio de Anhaia Mello, na altura da Rua Ampar. Ainda na zona leste, a pista expressa da Marginal Tietê apresentava um ponto de alagamento na altura da Ponte Cruzeiro do Sul, mas o tráfego fluía na região. Na Rua dos Patriotas, perto da Avenida do Estado, havia um terceiro ponto de alagamento.

Na zona oeste, que chegou a registrar 15 pontos de alagamento à tarde, restava apenas um ponto alagado, na Avenida Lineu de Paula Machado. Na zona norte, havia um ponto de alagamento na pista expressa da Marginal Tietê, perto da Ponte da Vila Guilherme.

Mais conteúdo sobre:
chuva congestiomento

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.