Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

São Paulo tem 23 assassinatos no Natal

Vinte e três pessoas foram assassinadas, entre as 20h de ontem e as 11h desta terça-feira, na cidade de São Paulo. Nenhum representante da Secretaria de Segurança Pública foi encontrado para comentar os números. As regiões campeãs foram as zonas sul e leste, com sete e seis mortes, respectivamente. O número oficial de mortes no período deve ser divulgado nesta quarta-feira.O 101º Distrito Policial, no Jardim das Embuias, foi o mais violento. Lá foram registrados uma chacina e um homicídio. Nesse distrito, o caso mais grave aconteceu no bairro do Grajaú, onde dois homens e um adolescente foram surpreendidos por criminosos e mortos dentro de casa. Segundo a polícia, o motivo do crime poderia ter começado num bar. Os amigos Paulo Rogério dos Santos, de 28 anos, José Henrique Pereira, de 21, e Ulisses Marcondes de Oliveira, de 17, passaram a tarde bebendo num boteco. Ao anoitecer, foram para a casa de Santos.Passava das 23h quando os criminosos invadiram a residência. Pegaram Oliveira e Pereira na sala. Atiraram e foram até o quarto matar Santos. Fugiram em seguida. Um suspeito, Francisco Mariano de Lima, de 29 anos, foi preso e confessou o crime à polícia.Vizinhos ligaram para a polícia. Os feridos foram levados aos prontos-socorros do Grajaú e Maria Antonieta, onde morreram. O caso foi para o 101º DP.Ainda no Grajaú, Adenir dos Santos, de 38 anos, foi encontrado morto em casa. Os parentes contaram que saíram para comemorar o Natal e, ao voltar para casa, encontraram Santos caído na rua.O comerciante Vanderlúcio Soares dos Santos, o Vando, de 34 anos, e a mulher, identificada apenas como Joseli, foram mortos no bairro Nova Conquista, zona leste. O casal estava no bar que pertencia a Santos quando foi rendido por bandidos.Ele foi encontrado morto atrás do balcão. A mulher estava sentada numa cadeira. Ela levou vários tiros na cabeça e caiu sobre a mesa. O caso foi registrado no 49º Distrito Policial, em São Mateus.Outro casal foi assassinado na zona norte. Fábio Souza Costa, de 20 anos, e Patrícia Silva Constantino, de 16. Eles tomavam cerveja na garagem de uma casa. Por volta de 23h de segunda-feira, os dois foram surpreendidos por vários tiros disparados por dois homens desconhecidos. O casal foi levado ao Hospital de Parada de Taipas, onde morreram. O caso foi registrado no 74º DP, em Parada de TaipasNo Jardim Santa Bárbara, zona leste, outro casal foi alvo de criminosos. Eles foram socorridos ao Hospital de São Mateus. A mulher morreu e o companheiro foi internado em estado grave. O caso foi para o 69º Distrito Policial.O garoto Douglas Luidi de Souza, de 12 anos, morava na favela de Vila Santa Inês, na zona leste. Saiu para comprar fogos de artifício quando foi cercado por três homens. O menino levou vários tiros e morreu na hora. O caso foi registrado no 63º DP, de Vila Jacuí.Outra criança, a menina Fernanda Moreira Fernandes, de 11 anos, foi assassinada com um tiro no peito. Segundo a polícia, ela estava acompanhada de um rapaz chamado Carlos. Foi encontrada morta. PMs contaram que a adolescente teria sido estrangulada e estuprada. O caso foi registrado no 45º Distrito Policial, na Vila Brasilândia.Eram 4h30 da manhã quando o cobrador Marcos Roberto da Silva, de 18 anos, foi encontrado morto, na Vila Imprensa. O caso foi registrado no 80º Distrito Policial, na Vila JoanizaO ajudante-geral Manoel Rodrigues de Araújo, de 40 anos, foi encontrado morto, no início da madrugada de hoje, dentro do quintal de uma casa no Jardim Senice, zona leste. O caso foi registrado no 50º Distrito Policial, no Itaim Paulista.Por volta das 22h de segunda-feira, Ataíde Ianguas de Carvalho, de 30 anos, foi morto no Jardim Robru, zona leste. Ele levou vários tiros no tórax. Morreu ao dar entrada no pronto-socorro Júlio Tupi. O caso foi registrado no 67º Distrito Policial, no Jardim Robru.Policiais militares encontraram um homem baleado, ao lado da linha do trem. Ele estava ferido na cabeça e numa das nádegas. Ele morreu no Hospital do Grajaú. O caso foi registrado no 48º Distrito Policial, Cidade Dutra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.