São Paulo tem a madrugada mais fria do ano, 9,5 graus

A onda de frio que atingiu a capital paulista no fim de semana provocou a madrugada mais gelada do ano, com 9,5 graus hoje. E foi esse frio intenso de outono que condensou a umidade perto do solo, formando nevoeiros pela manhã na Grande São Paulo.Com o aquecimento, a forte névoa se dissipou e a máxima chegou a 20,7 graus no Instituto Nacional de Meteorologia, que mede a temperatura oficial da capital, no Mirante de Santana, às 15 horas.Antes da temperatura despencar durante a noite, a tarde do domingo registrou a menor máxima do ano: 19,2 graus. A anterior ocorreu em pleno verão, no dia 2 de janeiro, com 19,5 graus. A média das mínimas em maio é de 13,6 graus e das máximas de 23 graus.De acordo com a meteorologista da empresa Climatempo Josélia Pegorim, a cidade de Sorocaba também registrou frio recordede 8,7 graus. Na região de Pirassununga, a massa de ar polar baixou para 3 graus o termômetro da Academia da Força Aérea. O frio diminui um pouco a partir de amanhã, mas ainda esfria muito à noite principalmente nos trechos de serra. No fim da tarde, o tempo fecha na capital, no litoral e no Vale do Paraíba por causa dos ventos úmidos que sopram do mar e, nos próximos dias, o tempo não muda no leste. Em quase todo o interior, o céu fica aberto, com sol e temperaturas subindo. As temperaturas previstas para amanhã pela Climatempo devem oscilar entre 12 e 22 na cidade de São Paulo e entre 6 e 18 graus em Campos do Jordão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.