São Paulo tem nova feira de antigüidades

Desde maio, São Paulo conta com um shopping center diferente. Batizado de Central de Antiquários, o espaço oferece 15 lojas especializadas em antigüidades e há outras dez sendo instaladas.A partir deste sábado, também começa a ser palco de uma nova feira semanal na cidade, com muita prataria, vidro assinado, arte sacra, porcelana, cristais, pequenos móveis, quadros antigos e contemporâneos, curiosidades, livros raros e peças decorativas.Depois das feiras do Masp, do Shopping Iguatemi e do MuBE, os paulistanos poderão conferir produtos trazidos por antiquários da capital, do Rio, de Belo Horizonte e de Brasília para 40 estandes instalados nos corredores da galeria do Shopping Vitrine, no Jardim Paulistano, sempre aos sábados, entre 10 e 18 horas.O principal diferencial da nova feira, segundo coordenadores, é a centralização. Ao contrário das outras, ela será montada num espaço coberto, privado, com estacionamento - que custa R$ 3,00 por até duas horas -, segurança e praça de alimentação. "Só virá mesmo quem se interessa por antigüidades", prevê um dos organizadores, Antonio Chalhub, lembrando que não será permitida a venda de artesanato."Além disso, será mais um espaço para o lazer de sábado dos paulistanos que gostam não só de comprar antigüidades, como também de ver coisas bonitas."Sobre a iniciativa da Central de Antiquários, Chalhub explica que várias cidades do mundo, como Paris, Buenos Aires e o Rio, já contam com um espaço especializado em objetos de arte e antigüidades. "Apesar dos paulistanos também apreciarem tudo isso, São Paulo ainda não tinha um local exclusivo."Central de Antiquários - Avenida Brigadeiro Faria Lima, 1.795/ 1.827, sobreloja, Jardim Paulistano

Agencia Estado,

02 de agosto de 2002 | 21h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.