São Paulo tem o dia mais quente do inverno: 30,3 graus

O calor chegou a 30,3 graus na tarde de hoje na capital paulista - a mais quente deste inverno . A mínima foi de 14,4 graus ao amanhecer, com umidade relativa do ar de 33% às 15 horas. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), desde o dia 18 de abril, ainda outono, não esquentava tanto na cidade. Naquele dia, os termômetros chegaram a 30,1 graus. A maior temperatura do ano, 32,5 graus, ocorreu em 18 de fevereiro e o recorde absoluto em agosto é de 33,1 graus, em 1955. Além de quente, esta semana está sendo a mais seca e poluída de agosto, o mês em que menos chove. Na capital, não ocorre chuva expressiva há um mês.A umidade relativa do ar tem ficado em torno dos 35% nos últimos dias e a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) já alertou para o aumento da poluição e da alta concentração de ozônio em função da inversão térmica estar abaixo dos 200 metros. Segundo a meteorologista da empresa Climatempo Gilca Palma, por enquanto o tempo não muda em São Paulo e o fim de semana segue com muito sol e calor. As temperaturas oscilam entre 14 e 30 graus na capital.Na segunda-feira, os ventos aumentam um pouco por causa da aproximação de uma frente fria e a situação do ar melhora. Mas só chove no sul e oeste paulistas. Na terça, a nebulosidade se espalha e chove em quase todo o Estado. A temperatura cai a partir de quarta, quando o tempo fica chuvoso no leste, incluindo a região metropolitana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.