São Paulo tem recorde de congestionamento nesta sexta

O índice de congestionamento na capital paulista bateu recorde na manhã desta sexta-feira, 27, quando às 9h30 foram registrados 166 quilômetros de trânsito parado nas ruas da capital. O índice é muito superior à média para o horário, que é de 94 quilômetros; o excesso de veículos, acidentes e a chuva que caiu na capital desde a noite de quinta-feira, 26, ajudavam a piorar a situação. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a Marginal do Pinheiros registrava o pior trecho de lentidão, chegando a 13 quilômetros de congestionamento na pista local que segue em direção à Castelo Branco, entre as ponte Cidade Jardim até Interlagos. As duas pistas sentido Castelo Branco da Marginal do Tietê continuavam com trechos de lentidão, chegando a 13 quilômetros na pista expressa, entre o viaduto Imigrante Nordestino até a Rua Milton Rodrigues, e a quase 11 quilômetros de morosidade na local, indo da ponte Aricanduva até a ponte da Casa Verde. Antes, às 9 horas, foram registrados 159 quilômetros de lentidão, sendo que a média para o horário é de 103 quilômetros. Apesar de o pior trecho ser enfrentado na Marginal do Tietê, o motorista também enfrentava trânsito ruim no sentido Castelo Branco da Marginal dos Pinheiros, da Ponte Transamérica até a Ponte Cidade Jardim, onde a lentidão chegou a 8,9 quilômetros. Na Avenida Washington Luís, no sentido centro, o congestionamento de 5,5 quilômetros começa na Rua Abílio Martins de Castro e se estende até o Viaduto João Julião da Costa Aguiar. Segundo a CET, a Radial Leste, sentido centro, apresentou, às 9 horas, lentidão de 4,7 quilômetros. O trânsito congestionado com paradas começa no Viaduto Pires do Rio e se prolonga até a Rua Wandenkolk.

Agencia Estado,

27 Abril 2007 | 09h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.