São Vicente conta sua história em megaespetáculo

A 21ª Encenação da Fundação de São Vicente entra em sua fase final a partir deste sábado, quando o elenco de quase 800 atores começa a ensaiar na arena montada na Praia do Gonzaguinha.No domingo, será a vez dos chamados artistas globais - Maurício Mattar, Ary Fontoura, Jayme Periard e Suzana Alves, a Tiazinha - entarem em cena, para que tudo fique pronto até o dia 22, aniversário de 471 anos da cidade e estréia desseevento que será dirigido por Neide Veneziano e é considerado o maior a céu aberto, emareia de praia e em elenco.Pela previsão do secretário municipal da Cultura, José Ricardo Leite Ruas, os ingressos para as cinco apresentações devem se esgotar ainda nesta sexta-feira, garantindo público de 37.500 pessoas nas arquibancabas, mais as 50 mil que assistirão ao espetáculo nos dois telões instalados nas proximidades.Além dos atores profissionais, foram requisitados à comunidade 758 amadores e voluntários para a encenação, que engloba ainda mais 300 pessoas nas atividades de apoio. Por conta do grande elenco, a diretora Neyde Veneziano dividiu atores e atrizes em oito módulos, separando índios, soldados, nobres e outros segmentos para ensaios em grupos isolados.Depois, todos foram renidos no Centro de Convenções, ensaiando coletivamente. A partir deste sábado, os ensaios gerais serão no local do evento, na Praia do Gonzaguinha, mas o público não poderá assistir aos trabalhos.Neste ano, o tema será "Uma viagem no tempo e na história", mudando a forma da apresentação. Um trovador, lembrando os saltimbancos, fará a narração. Começará a contar a história com uma boa dose de humor, mas será interrompido paraque conte a verdadeira história de São Vicente .Quem viu os espetáculos anteriores terá oportunidade de ver as modificações. Nesta versão, conta o secretário de Cultura,José Ricardo Leite Ruas, Martim Afonso aparece ordenando a construção da primeiraigreja, dedicada a Nossa Senhora da Assumpção, que terá uma imagem de 3 metros dealtura, especialmente elaborada para a apresentação.Dentro do espetáculo épico, os espectadores terão oportunidade de ver atores consagrados nas novelas da televisão nos papéis principais.Martim Afonso de Souza, o personagem principal, será vivido por Maurício Mattar, enquanto Ary Fontoura será o padre Gonçalo Monteiro, papel que já foi interpretado por Nei Latorraca, Roberto Paulino Jr. e Francisco Cuoco.João Ramalho será representado por Jayme Periard, e uma personagem forte no história - a índia Bartira - será uma atração à parte: Suzana Alves, a Tiazinha, representará esse papel, seios àmostra, como nos tempos do Descobrimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.