Sargento da reserva é morto com 19 tiros em SP

O sargento da reserva Roberto Alves da Silva, de 47 anos, morreu na noite de sábado depois de ser atingido por 19 tiros na Estrada de Mogi das Cruzes, na zona leste da capital paulista. Segundo policiais, homens armados com pistolas e fuzis dispararam mais de 20 tiros contra o sargento.Roberto Alves trabalhava como segurança da drogaria, no momento do crime. O policial chegou a ser levado para o pronto-socorro de Ermelino Matarazzo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.