Sarkozy pede investigação sobre desaparecimento de Airbus

Ministros do governo estão no aeroporto Charles de Gaulle; presidente francês manifesta "viva inquietação"

Agência Estado,

01 de junho de 2009 | 09h11

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, pediu ao governo e às administrações responsáveis que investiguem o que aconteceu com o voo da Air France desaparecido nesta segunda-feira, 1. Em comunicado, Sarkozy pediu às autoridades "que coloquem todo seu empenho em seguir a pista do avião".

 

Veja também:

Anac monta sala no Galeão para familiares; veja telefones de contato

Airbus pode ter sido atingido por raio durante tempestade

Ministro francês descarta que avião ainda esteja voando

som Podcast: Especialista não tem dúvidas de que avião da Air France caiu no mar

som Podcast: Coronel da FAB fala sobre o desaparecimento do avião da Air France

lista Relembre a cronologia dos piores acidentes aéreos dos últimos dez anos

mais imagens Veja Galeria de fotos 

 

"Informado esta manhã da perda de contato com um Airbus A330 da Air France que cobria a rota Rio de Janeiro - Paris, o presidente da República manifesta sua viva inquietação", afirma o comunicado. Sarkozy enviou o ministro do Transporte, Dominique Bussereau, e o ministro do Desenvolvimento, Jean-Louis Borloo, ao aeroporto Charles de Gaulle, onde a Air France habilitou uma área especial no terminal número 2 para receber parentes dos 216 passageiros e 12 membros da tripulação que estavam a bordo.

 

O voo AF 447 partiu do Rio de Janeiro em direção a Paris. Segundo informações de autoridades do aeroporto parisiense, a aeronave perdeu contato com o radares por volta das 3h de Brasília, quando voava sobre a costa brasileira, e deveria ter aterrissado no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, às 6h10 de Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.