Saúde terá cargos técnicos, diz Padilha

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse ontem no Rio que o critério para preenchimento de cargos de 2º escalão em sua pasta será "exclusivamente técnico". "Minha prioridade é o critério técnico e a escolha de pessoas comprometidas com o Sistema Único de Saúde (SUS)." Apesar do tom enfático, o ministro garantiu estar aberto ao diálogo. "Governadores, prefeitos e parlamentares serão ouvidos se tiverem propostas cujo objetivo único e exclusivo seja a melhoria da saúde no País."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.