Sayad diz à TV Cultura que é candidato

O Secretário de Estado da Cultura de São Paulo, João Sayad, comunicou oficialmente ontem à TV Cultura que é candidato à sucessão na Fundação Padre Anchieta.

, O Estado de S.Paulo

23 de abril de 2010 | 00h00

Sayad teve um encontro ontem, às 15 horas, com o conselho da fundação para confirmar que vai disputar a presidência no dia 10 de maio (se eleito, assumiria em 10 de junho). Formalmente, Sayad tem até o dia 3 de maio para oficializar sua candidatura ? 7 dias antes do dia marcado para a reunião do conselho.

Segundo Sayad, a estrutura da fundação é propícia à criação de uma estrutura de "autossustentabilidade". O economista afirmou acreditar que o Estado pode ter "instituições que são ajudadas pelo governo, mas que tem uma sustentabilidade própria". Também mencionou aos conselheiros a necessidade de modernização da programação da TV Cultura.

Para ser presidente da fundação, ele terá de ter o nome indicado por 8 conselheiros, condição que não é considerada empecilho. Sua eleição é certa ? além de encabeçar chapa única, tem o apoio de José Serra, candidato à presidência, e do governador Alberto Goldman.

Reação. Sayad sucederá ao jornalista Paulo Markun, que foi preterido em seus planos de disputar a reeleição. "Não tenho nada a comentar sobre a mudança de planos em relação à sucessão na Fundação Padre Anchieta", afirmou Markun.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.