'Se tiver dúvida, não tem problema se não liberar'

"A Júlia (Tatto) é filha de um irmão meu, mas eu nem sabia que ela trabalhava no ITS", declarou o líder do PT, deputado Enio Tatto. "Se o dinheiro é bem empregado, eu não vejo problema. Com certeza não é tráfico de influência. Se o governo tiver alguma dúvida de questão ética para mim não tem problema se não liberar (o dinheiro)."

O Estado de S.Paulo

02 Outubro 2011 | 03h03

Tatto disse que atendeu um pedido de Irma Passoni. "Conhecendo o trabalho sério que ela faz, não vejo problema na emenda. O ITS desenvolve trabalho de grande valia para necessitados, é referência na região." / F.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.