Seca já deixa 96 cidades gaúchas em estado de atenção

Enquanto vários estados brasileiros sofrem com o excesso de chuvas, o Rio Grande do Sul continua a enfrentar problemas com a seca. O número de municípios gaúchos em situação de emergência por causa da seca chegou a 96 nesta terça-feira, com o acréscimo dos 29 que emitiram decretos durante o dia.Os novos integrantes da lista mostram que falta chuva em todas as regiões. Entre eles estão Estrela, no Vale do Taquari; Amaral Ferrador, na Zona Sul; Alpestre, no Zona da Produção; e São Borja, na Fronteira Oeste.Em São Borja, a prefeitura calcula que a perda das lavouras de soja e arroz e da produção de leite já causou prejuízos de R$ 30 milhões, um valor próximo ao do orçamento municipal. A média histórica de chuva em São Borja é de 239 milímetros nos dois primeiros meses do ano. Em 2004 o volume não passou de 118 milímetros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.