Secretaria adia reconstituição de morte de crianças no Sul

ASecretaria da Justiça e da Segurança (SJS) do Rio Grande do Sul adiou para o fim de semana a reconstituição dos assassinatosde 12 crianças no estado, para evitar tumultos e o risco de linchamento do autor confesso dos crimes, Adriano da Silva. A polícia, segundo a Agência Brasil também não vai divulgar horários e locais dos trabalhos de reconhecimento por motivos de segurança. Também a transferência de Adriano da Silva da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc), para a região norte gaúcha, onde ocorreram os crimes, está sendo tratada com cautela, pois a reconstituição poderá levar mais de dois dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.