Secretária de Justiça vai a RO após rebelião em presídio

O Ministério da Justiça informou que a secretária nacional de Justiça, Elizabeth Süssekind, e o diretor do Departamento Penitenciário Nacional, Ângelo Roncalli, irão amanhã a Porto Velho (RO) para avaliar a situação no Presídio Urso Branco, onde morreram 27 pessoas, em uma rebelião registrada na madrugada de ontem. O Ministério vai propor à Secretaria de Segurança Pública do Estado a formação de uma comissão que deverá assumir a direção do presídio. Essa comissão será integrada por representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Pastoral Carcerária (vinculada à Igreja Católica) e por integrantes de uma associação local de mães de presidiários. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Justiça, o governo liberou recursos para a construção de uma nova unidade prisional em Porto Velho. Amanhã, o Ministério vai propor à Procuradoria Geral do Estado de Rondônia dispensa do processo de licitação na construção do novo presídio, para acelerar a obra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.