Secretaria de Saúde de Itajaí alerta a população para doenças

Caso apresentem febre, vômito, diarréia ou coceira moradores devem procurar uma Unidade de Saúde

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

29 Novembro 2008 | 18h35

A Secretaria de Saúde de Itajaí, em Santa Catarina, está alertando a população em relação os primeiros sintomas de doenças causadas pelas águas da chuva e toda a sujeira que se misturou na enchente, como febre, vômito, diarréia ou coceira. Caso apareçam, a Secretaria aconselha que os moradores das áreas atingidas procurem a Unidade de Saúde mais próxima.   Veja também:Saiba como ajudar as vítimas da chuvaIML divulga lista de vítimas identificadas SC pode ter mais chuva e deslizamentosDefesa Civil foca esforços no Morro do BaúRepórteres relatam deslizamento em Ilhota Massa doa macacão em prol das vítimasMulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina Blog: envie seu relato sobre as chuvas Blog Ilha do sem Blumenau Blog Desabrigados Itajaí Blog Arca de Noé Veja galeria de fotos dos estragos em SC  Tudo sobre as vítimas das chuvas    Para atender a população durante este sábado, 29, e domingo, 30, as Unidades do bairro Cordeiros, Centro de Saúde da Univali, localizado no Bloco 29 e o Pronto Atendimento do São Vicente estão de plantão por 24 horas. A Unidade de Saúde do Rio Bonito abre em horário especial nesse sábado e domingo, das 7 às 19 horas. A partir de segunda-feira, os locais que estiverem em bom funcionamento prestarão atendimento normalmente. É importante as pessoas procurarem o médico assim que aparecerem os sintomas e não se automedicarem.  Água O Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infra-estrutura (Semasa) de Itajaí, em Santa Catarina, pede aos moradores que economizem água para que o abastecimento na região possa ser normalizado. Muitos moradores estão reclamando da falta de água em suas casas e segundo o Semasa o motivo é o alto consumo. Por toda a cidade, pessoas estão lavando carros, calçadas, muros e até mesmo as ruas que estão com uma grande quantidade de lama. Essa atitude está dificultando que a água siga seu curso normal e chegue às residências mais distantes das estações de tratamento, que já estão trabalhando com capacidade total.  Os técnicos do Semasa já estão nas ruas multando as pessoas que estiverem desperdiçando água e pedem para que a população denuncie qualquer forma de desperdício pelo telefone 0800 645 0195. Rações para animais  Mais de 2.500 quilos de ração animal já foram desembarcados no Centro de Recebimento e Distribuição de Doações, em Itajaí, Santa Catarina, até este sábado, 29, segundo informações do Governo do Estado. ONGs de proteção aos animais e demais colaboradores de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, entre outros Estados, estão enviando as mercadorias, que são distribuídas diretamente à população mais afetada pela enchente.  A Associação Itajaiense de Proteção aos Animais (AIPRA) calcula que entre 700 e mil cães, gatos e cavalos tenham morrido em Itajaí, abandonados ou esquecidos pelos donos ou que não foram retirados das casas. Quem tiver ração para animais domesticados pode encaminhar para o Centreventos Itajaí, ou entrar em contato com a AIPRA pelos telefones: (47) 9928 2222/99194769. Procon  O Procon de Itajaí, em Santa Catarina, está funcionando em horário comercial, das 8h às 12h e das 14 às 18h, durante este fim de semana, segundo informações da Prefeitura. O objetivo é atender a população quanto às denúncias de aumento abusivo de preços nesse período pós-enchente no Estado. De acordo com o Procurador Geral do Procon de Itajaí, os estabelecimentos comerciais que não justificarem o aumento dos preços serão multados.  O telefone de plantão para denúncias do Procon é o 151. O Procon também atende em horário comercial na Avenida Joca Brandão, 655, Centro de Itajaí.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.