Secretaria não confirma reconstituição da morte dos Staheli

A polícia do Rio ainda nãodefiniu se fará amanhã nova reconstituição do assassinato do casal Staheli, com base nas informações do caseiroJossiel Conceição dos Santos, preso na última quinta-feira depois de confessar o crime. A presença dele era prevista até asexta-feira, quando Santos foi solto e mudou sua versão.A reviravolta no caso ? o caseiro disse no novo depoimento que só ajudou os verdadeiros assassinos, mas não desferiu os golpescontra o casal ?, ele não tem mais obrigação de comparecer se convidado, porque não pode ser forçado a produzir provascontra si próprio. Como os investigadores não têm dúvida do envolvimento dele no crime, a participação do rapaz é consideradaimportante pela polícia. ?Ele não tem obrigação de ir porque não está mais preso, mas seria importante que fosse?, disse RogerAncillotti, diretor do Instituto Médico Legal. A Secretaria de Segurança Pública informou que não estava fechado se areconstituição seria feita. O defensor público Leonardo Rosa Melo da Cunha, que divide a defesa de Santos com a defensora Carla Amaral Teixeira,disse não ter sido informado oficialmente sobre a realização da reconstituição. ?Não chegamos a uma conclusão se eleirá ou não. Vamos esperar a polícia se pronunciar. Mas ninguém é obrigado a participar de reconstituição nem de cedermaterial para exame de DNA.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.