Secretário abandona audiência

O fato de não poder homologar o reajuste dos professores não foi a única saia justa que a gestão Gilberto Kassab (DEM) enfrentou ontem na Câmara. Pela manhã, em uma audiência pública para explicar o projeto que concede reajustes de 25% a 40% para os médicos, o secretário da Saúde, Januário Montone, foi hostilizado pela platéia e deixou o local mais de duas horas antes do término de suas explanações. Montone foi chamado de "mentiroso" por funcionários do Hospital Municipal do Servidor, autarquia que não foi contemplada com o reajuste.Parlamentares do PT e do "centrão", porém, avaliaram que Montone desrespeitou o Legislativo e ameaçam, agora, dificultar a votação do reajuste que beneficia os servidores de sua área. Procurado pela reportagem do Estado, o secretário informou que ainda acredita na votação do reajuste até o dia 7.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.