Secretário admite risco de surto de dengue

O secretário municipal de Saúde, Eduardo Jorge, admitiu o risco de surto de dengue em São Paulo. "Claro que existe o risco pois há um grande número de casos importados entrando na cidade todos os dias", afirmou Jorge, que participou hoje do Encontro dos Movimentos Populares da Saúde, na Câmara Municipal de São Paulo.Segundo o secretário, a zona norte da capital é de longe a que concentra o maior número de focos do mosquito Aedes egypti, transmissor da doença. Somente no ano passado, foram 1,2 mil focos na região. Além disso, a zona norte vem registrando uma média mensal de 20 casos importados de outros municípios, como Santos e Ribeirão Preto.Jorge pediu o apoio da população no combate à dengue e observou que o maioria dos focos são encontrados dentro das próprias casas, em reservatórios de água e vasos. "As cidades que conseguiram controlar a dengue só o fizeram porque houve uma colaboração por parte da população", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.