Secretário cobra explicações da PM

O secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, quer saber o motivo de não haver policiais militares na zona norte no percurso feito pelos criminosos que seqüestraram um ônibus no Engenho de Dentro para assaltar duas transportadoras na Penha. Ele determinou ao comando da Polícia Militar que "descubra efetivamente" o que ocorreu. Para Beltrame, "não tem cabimento". "Não pode acontecer uma coisa dessas num momento em que o efetivo está sendo melhorado na região."Foi a segunda vez, em seis meses, que as transportadoras foram assaltadas. No outro episódio, a DRFC conseguiu prender os criminosos. O delegado João Luiz Costa informou que não está descartada a participação de ex-funcionários ou de funcionários no assalto. A reportagem procurou o comandante-geral da PM, coronel Ubiratan Ângelo, mas um assessor informou que "ninguém" da corporação iria comentar o caso. Com o recente fechamento de batalhões da PM como o Ferroviário e o 13.º, na Praça Tiradentes, no centro, policiais foram remanejados para a zona norte, segundo a secretaria. "O comando da PM vai entrar em contato com os batalhões da área para checar se houve falha de procedimento", informou a secretaria, que ressalvou o fato de que não houve ligação relacionada ao caso para o 190 ou para o Disque-Denúncia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.