Secretário de Defesa Civil não vê risco de desabamento

O secretário estadual de Defesa Civil, Carlos Alberto de Carvalho, desceu há poucos minutos do Edifício da Eletrobrás, que pegou fogo no centro do Rio. Ele disse que os andares atingidos estão "muito quentes", mas que não há perigo de desabamento. No entanto, ele afirmou que é quase certo que caia o reboco que apresenta rachaduras nas paredes do prédio voltadas para a Avenida Rio Branco. A polícia e o Corpo de Bombeiros mantém o isolamento do local. A área ficará interditada até o fim dos trabalhos do Corpo de Bombeiros. Muito irritado, Carvalho deu uma bronca nos bombeiros que estavam parados na porta da prédio. "Quero todo mundo, cabo e soldado, lá em cima. Se eu estou lá por que vocês não podem ir?", questionou. Há pelo menos 60 homens fazendo o trabalho de rescaldo no interior do edifício.Leia maisIncêndio destrói parte de prédio no centro do RioParte do prédio da Eletrobrás pode desabarFalta de água atrapalha serviço dos bombeiros no RioSetenta soldados combatem incêndio no RioPrédio do Rio foi reformado e tem brigada de incêndioIncêndio no prédio da Eletrobrás está controladoHá risco de a parte externa do prédio da Eletrobrás desabar?Com resfriamento, concreto fica fragilizado?, diz Crea-RJFogo pode ter começado em condicionador de ar

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.