Anderson Soares/Roraima em Tempo/EFE
Anderson Soares/Roraima em Tempo/EFE

Secretário de Roraima diz que crime em presídio 'possivelmente' foi cometido pelo PCC

Uziel de Castro Júnior afirmou que há superlotação no sistema prisional do Estado e que há projetos para construção de mais presídios

Daniel Weterman , O Estado de S. Paulo

06 Janeiro 2017 | 10h24

SÃO PAULO - O secretário de Justiça e Cidadania do Estado, Uziel de Castro Júnior, afirmou em entrevista à Rádio BandNews que as informações preliminares dão conta que membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) "possivelmente tenham cometido esses crimes", referindo-se aos 31 presos que foram mortos na madrugada desta sexta-feira, 6, na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista.

"Não existem facções de outras organizações criminosas no local (além do PCC)", disse. Ele declarou que as autoridades ainda não sabem o que motivou o ato, mas que equipes estão na unidade para verificar a situação.

Castro Júnior afirmou que há superlotação no sistema prisional do Estado e que há projetos para construção de mais presídios, com a abertura de mais de 1 mil vagas em 2017.

Mais conteúdo sobre:
presídioRoraima

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.