Secretário de SP prega união das polícias contra crime organizado

Só a união de forças policiais estaduais, federais, do Poder Judiciário e do Ministério Público permitirá ao Brasil combater o crime organizado e a lavagem de dinheiro. A afirmação foi feita nesta segunda-feira pelo secretário de Segurança Pública, Saulo Abreu, durante a abertura, em São Paulo, do 1º Seminário sobre Lavagem de Dinheiro e Corrupção Pública, com a presença de agentes do FBI e da Polícia Federal dos Estados Unidos. Mais de 400 policiais brasileiros também participaram do evento. Saulo espera que os policiais paulistas aprendam com os americanos como profissionais de outros países estão combatendo a lavagem de dinheiro. Para Saulo, a divisão de tarefas entre o Ministério Público, o Poder Judiciário e as polícias, sem troca de informações, favorece o criminoso.

Agencia Estado,

09 Junho 2003 | 21h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.