Secretário de Transportes de SP critica grevistas

O secretário municipal dos Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, se reuniu hoje pela manhã com a Procuradora Regional do Trabalho, Oksana Dziura Boldo para discutir a greve dos motoristas e cobradores de ônibus. Para esta tarde está prevista uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho para julgar a greve. "Eles estão defendendo os interesses dos maus empresários, em vez de ficar do lado da cidade, ficam ao lado dessa gente", disse Tatto referindo-se às empresas que foram tiradas do sistema de transportes, sábado.Para a procuradora que solicitou multa de R$ 200 mil por dia de paralisação e R$ 2 mil por veículo quebrado, o movimento grevista não pode prejudicar a população. "Não é um problema da população o que está ocorrendo no sistema. A greve é permitida desde que os dispositivos legais sejam observados". Oksana disse que a sociedade está enfrentando" mais uma greve com indicativos de ser um movimento selvagem".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.