Secretário é condenado por injúria contra Pitta

Valdenir Garreta, secretário de Abastecimento da Prefeitura de São Paulo, foi condenado há dois meses de detenção em regime aberto, pena substituída por meio salário mínimo, por crime de injúria contra o ex-prefeito da capital, Celso Pitta. A decisão é do juiz da 5a. Vara Criminal, Marcelo F. Uhlendorff, e dela cabe apelação ao Tribunal de Alçada Criminal.Garreta, em entrevista publicada a 12 de janeiro último em um jornal dessa capital, qualificou Celso Pitta de ?meliante?. Na Justiça, ele negou, atribuindo a publicação a um ?equívoco? da repórter que o entrevistou. O juiz não aceitou a alegação, lembrando que o secretário não se preocupou em solicitar retificação ao jornal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.