Secretário Estadual do PT diz que está sendo vigiado

O secretário-geral estadual do PT, Mauro Menucchi, afirmou que nesta sexta-feira registrou um boletim de ocorrência, no 1º Distrito Policial de Jundiaí, interior do Estado de São Paulo, porque teme estar sendo vigiado.Segundo ele, nos dois últimos dias, uma pessoa desconhecida teria passado o dia filmando diante de seu escritório. "Preocupado, liguei para o delegado antes de fazer o B.O., e ele respondeu que eu ficasse tranquilo, que alguém que quer fazer algo contra mim não usaria um carro com placa quente", queixou-se.É a segunda vez que o secretário se dirige à delegacia para prestar queixa. No dia 30 de novembro, Menucchi recebeu uma carta postada em Franca, no interior de São Paulo, trazendo como remetente uma suposta FARB - Frente de Ação Revolucionária Brasileira.Um trecho da carta dizia o seguinte: "Principalmente os prefeitos que se encaixam em nossos pejorativos adjetivos de pessoas que estão na nossa mira, nós só pedimos cuidado, pois poderão terminar como Toninho do PT, ex-prefeito de Campinas, pessoa que mantemos contato por alguns meses e ele não acatou em mudar sua forma de governo, fomos obrigados a agir".Menucchi disse que, na ocasião, os policiais pareciam ?mais perdidos? do que ele. "Até hoje não recebi nem resposta", lamenta-se.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.