Secretário se recusa a falar com o 'Estado'

Desde a terça-feira da semana passada, véspera da publicação da primeira reportagem sobre conversas de Romeu Tuma Júnior gravadas pela Polícia Federal, o Estado tenta ouvir o secretário nacional de Justiça. Mas ele tem se recusado sistematicamente a falar com o jornal. Em entrevista publicada ontem pela Folha de S. Paulo, Tuma disse estar sendo vítima do crime organizado e de uma grande "armação política". O objetivo de seus algozes, segundo o secretário, seria o de desmoralizá-lo por causa de seu trabalho de combate à lavagem de dinheiro e contra a pirataria internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.