AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Segue busca por último desaparecido no desabamento

O corpo do servente de pedreiro Ivanildo Martins dos Santos, 21 anos, último desaparecido sob os escombros do edifício Areia Branca, no município metropolitano de Jaboatão dos Guararapes, continuava sendo procurado pelos bombeiros na noite desta terça-feira. A estimativa dos bombeiros era a de que 40% dos escombros haviam sido retirados.O peso dos escombros na parte lateral do prédio vizinho Solar da Piedade poderá exigir uma ação de sustentação de uma viga, a fim de não comprometer sua estrutura. Este e mais dois prédios, além de duas casas vizinhas ao Areia Branca, estão interditados.O delegado especial José Durval Lins, que preside inquérito policial para averiguar eventual responsabilidade criminal pela queda do edifício, ouviu moradores e representantes do condomínio, que repetiram terem decidido desocupar o prédio por decisão própria. As causas do desabamento do prédio serão analisadas por duas comissões de engenheiros e especialistas - uma delas contratada pelo governo do Estado.Os corpos do bombeiro Alcebíades Lins da Silva Júnior, 35 anos, e do operário Cícero Júnior Lima da Silva, 21, resgatados na segunda-feira, foram enterrados no dia seguinte. O primeiro cadáver encontrado foi o do porteiro do prédio, Antonio Felix dos Santos, 38, na sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.