Segurança de casa noturna é preso por matar irmão

Apesar dos familiares dizerem que o segurança de uma casa noturna de Carapicuíba, José Carlos dos santos, se dava muito bem com o irmão Rogério dos Santos, ele o assassinou a golpes na cabeça, provavelmente, de mareta e o enterrou embaixo da sua própria cama, no Parque Jandaia, naquele município da Grande São Paulo. O cadáver de Rogério foi encontrado na última quarta-feira, dia 7, mas a vítima estava desaparecida desde sábado, dia 3. O homicida foi preso na noite desta sexta-feira e encaminhado à 1ª delegacia de Carapicuíba.Policiais do 33º Batalhão da PM contam que foi o mal cheiro que chamou a atenção dos moradores daquela habitação coletiva, em que os pais residem da casa que fica ao nível da rua. Descendo uma escada, há a porta de outra casa onde residem os filhos, e mais embaixo um terceira moradia, onde vive José Carlos. Ele se encontrava em casa, na quarta-feira, quando os familiares sentiram o mal cheiro e foram a sua casa ver a origem do odor. Debaixo da cama dele havia um monte de terra e se percebeu que havia um cadáver enterrado ali.Além da polícia foram também acionados soldados do Corpo de Bombeiros que fizeram a escavação e retiraram o corpo de Rogério. Ele tinha o crânio dilacerado pelos golpes, mas coberto por uma sacola. A polícia ainda estava lá, quando o homicida ligou e, ao saber o encontro do cadáver, fugiu. A casa noturna em que José Carlo trabalha como segurança fica próximo ao batalhão da PM, mas ele não foi mais trabalhar. Denunciado, na noite de sexta, ele foi localizado nas proximidades da casa e foi preso. A polícia o interrogou para saber a razão do crime, mas o homicida se reservou o direito de só falar em juízo.

Agencia Estado,

10 de março de 2007 | 05h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.