Seguranças da CPTM detêm trio com maconha na estação Brás

Agentes de segurança da estação Brás, na região centro-leste da capital paulista, detiveram, por volta das 18h30 desta segunda-feira, Wellington Luiz Madeira, 22, conhecido como "Mortadela", e Daniel Ramos dos Santos, 25, o "Formiga". A dupla foi presa após vender 29 trouxinhas de maconha para um agente penitenciário, quantidade de droga suficiente para formar uma bola de sinuca.Desde o último dia 16, o serviço de inteligência do sistema de segurança da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) vinha investigando uma denúncia de que alguns traficantes estariam agindo no interior da estação Brás.Os três foram encaminhados ao plantão do 8º Distrito Policial, que responde pelos bairros do Brás e Belém. Na delegacia, os traficantes disseram que apenas devolviam a droga ao agente, pois não conseguiram repassá-la. O agente, por sua vez, afirmou que a droga era para consumo próprio. "Mortadela" e "Formiga" foram indiciados por tráfico de drogas. Não há informações sobre o agente.

Agencia Estado,

23 de março de 2004 | 03h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.