Google Street View
Google Street View

Seis detentos são mortos em presídio de Manaus

Perícia trabalha no local e a PM faz a contagem dos internos; segundo o governo, não houve motim

O Estado de S. Paulo

07 Abril 2017 | 21h59

Seis presos foram mortos nesta sexta-feira, 7, na Unidade Prisional da Puraquequara (UPP), na zona leste de Manaus, segundo informações da Agência Brasil. De acordo com o governo estadual, não houve motim ou rebelião na cadeia. 

A Polícia Militar do Amazonas faz a contagem de internos no presídio e agentes da Polícia Civil interrogam detentos presos nas celas onde os crimes ocorreram. A unidade também passa por perícia após as mortes, nesta sexta. 

A Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas (Seap) informou, em nota, a identidade das vítimas: Janderson Araújo da Silva - conhecido como Boca Rica, Leonardo Almeida de Souza, Marcos Henrique Neves de Lima, Tiago de Araújo, Felipe Xavier Oliveira e Felipe Gonçalves Marques.

No início deste ano, quatro presídio foram mortos no presídio. Uma rebelião no no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, também no início do ano, resultou na morte de 56 presos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.