Seis pescadores e um pinguim são resgatados no Rio

Seis pescadores e um pinguim foram resgatados hoje em ilhas próximas ao Rio. Uma tartaruga gigante, de aproximadamente 300 quilos, também foi encontrada pelo Grupamento Marítimo (G-Mar). A tartaruga, que chegou muito machucada à praia da Barra da Tijuca, não sobreviveu.O pinguim foi resgatado durante a madrugada na Ilha da Madeira, na Baía de Sepetiba. O G-Mar foi avisado da presença do animal por um pescador que estava na ilha. Segundo o coronel Marcos Silva, o pinguim será encaminhado para o zoológico de Niterói, na região metropolitana do Rio.O coronel mostrou preocupação com os pescadores que estão nas ilhas próximas ao Rio. "O mar está subindo muito. Já temos ondas de 2,5 metros", alertou. Segundo ele, os pescadores descumpriram as determinações do G-Mar para não navegarem em mar aberto devido às previsões de ressaca.Um dos pescadores resgatados, Antônio José Vieira da Silva, de 40 anos, estava encurralado pelo mar nas Ilhas Tijuca. "O mar já tinha levado tudo, comida, equipamentos... Ele passou sufoco", contou o coronel. Outro pescador, que estava na mesma ilha, recusou-se a ser retirado pelo helicóptero do G-Mar, preferindo ficar. "Ele estava em um ponto mais alto, fora de perigo", disse o coronel. Os dois chegaram à ilha na quarta-feira.Outros quatro pescadores foram resgatados na Ilha das Palmas. Eles haviam chegado ao local na quinta-feira. O barqueiro que os transportou não teve condições de buscá-los por causa das péssimas condições do mar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.