Seja educado, jogue lixo no lixo

Carta 18.950 Na Rua Conde de São Joaquim, Liberdade, na primeira quadra atrás do Hospital Pérola Byington, o lixo fica nas calçadas. Pombas e ratos, atraídos pelos restos de comida, invadem as casas e sujam os carros estacionados. Por que a Prefeitura não age para impedir que as pessoas joguem lixo na rua? Por que o caminhão não recolhe o lixo? Por que a autoridade não obriga os proprietários a retirar os invasores, mantendo os imóveis? E por que a rua não é limpa, já que fica perto de um hospital? MARJO PEREIRA Higienópolis A Prefeitura responde: "A solução para a limpeza está também na conscientização do cidadão. A Sub Sé faz limpeza diária de todas as ruas da região central, mas como evitar que alguns cidadãos joguem lixo nas ruas? Uma equipe nossa varre diariamente a Rua Conde de São Joaquim, mas o trabalho é dificultado pelas pessoas que jogam lixo no chão ou que colocam os sacos de lixo nas ruas antes do horário de coleta. Depositar lixo em via pública é crime ambiental. Quem for pego em flagrante colocando o lixo domiciliar na calçada mais de duas horas antes da passagem do caminhão coletor pode receber multa de R$ 50. Já para quem descarta entulho ou lixo em locais públicos, a multa é de R$ 500. A coleta de lixo domiciliar é feita todos os dias pela concessionária Loga. Os moradores da região central, norte e oeste podem consultar os horários da coleta com a empresa pelo telefone (0800) 770- 1111." ANDREA MATARAZZO Secretário das Subprefeituras e subprefeito da Sé Carta 18.951 Ao arrepio da lei Algumas empresas da cidade, felizmente poucas, ignoram a Lei Cidade Limpa, e mantêm outdoors por saber que a Prefeitura não tem efetivo suficiente para fiscalizar e aplicar multas. Na Rua Itapaiúna, 1.800, Jd. Morumbi, a Construtora Gafisa mantém um outdoor gigantesco na entrada do Cond. Villaggio Panamby, além de uma placa horrorosa, voltada para o interior do condomínio. Na cobertura do prédio da Av. Brigadeiro Faria Lima, 1.571 (esq. de Rebouças) há um outdoor do Banco Safra. Seria interessante saber por que a Prefeitura nada faz para coibir o abuso dessas empresas adeptas da ilegalidade. ANTÔNIO ROBERTO TESTA Jardim Morumbi A Sub Campo Limpo responde: "A subprefeitura realiza, desde maio/06, ação fiscalizatória na Rua Itapaiúna, que já resultou em intimação e multa à Gafisa por manter o referido anúncio, em área particular, ferindo a Lei Cidade Limpa. A empresa foi multada em R$ 319 mil, valor calculado em função da área do anúncio (309 m²)." A Gafisa S/A responde: "Exercemos nossas atividades segundo a legislação vigente e normas de procedimento adequadas à postura ética e de responsabilidade perante a comunidade. As providências ref. à publicidade e a qualquer forma de exteriorização de nossos produtos foi objeto de cronograma de readequação desde o advento da Lei Cidade Limpa, que conta com nosso apoio irrestrito. Desconhecemos a imposição da multa referida na resposta da subprefeitura e estamos apurando a existência e fundamentação do citado ato administrativo." Carta 18.952 Ratos em casa Moro em frente à Praça Amadeu Decome, Vila Romana, cujas casas são invadidas por ratos todas as noites. A praça é reduto de desocupados, que usam drogas e fazem sujeira. É certo que a cidade está infestada de ratos, mas acho que, com tantos impostos que pagamos, a limpeza e desratização de praças e áreas residenciais deveria ser mais rigorosa. Já contatei a Sub Lapa, ainda sem resposta. Tenho animais domésticos em casa e não posso usar venenos fortes. E enquanto nada é feito, vou capturando os ratos que insistem em invadir a minha casa, com iscas e ratoeiras. EDIENE de RAPHAEL Vila Romana A Sub Lapa responde: "Recebemos a mesma queixa do nosso SAC em 25/6 e a atendemos no dia 27. Vimos indícios de ratos no telhado da casa da leitora e a orientamos sobre os cuidados para controlá-los. Fizemos desratização dos bueiros e na Pça. Amadeu Decome, que fica em frente. Em 27/6 recebemos o e-mail aqui publicado, atendendo o pedido de novo no dia 29, e observamos que as iscas colocadas no dia 27 ainda estavam intactas. Quanto aos novos serviços de limpeza e conservação, informamos que estão programados para o próximo dia 23."

O Estadao de S.Paulo

21 Julho 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.