Sem acesso, moradores interditam a Castelo Branco

Cerca de 70 sitiantes e moradores dos bairros do Mato Dentro e Varejão, no município de Itu, interditaram hoje, a pista interior-Capital da Rodovia Castelo Branco, na altura do quilômetro 79. Eles protestavam contra o fechamento, pela concessionária Viaoeste, da vicinal que dá acesso aos bairros. Os moradores bloquearam a pista com troncos de árvores e pneus, aos quais atearam fogo. O protesto durou cerca de uma hora e meia, tempo suficiente para se formar um congestionamento de quatro quilômetros na rodovia. Eles alegam que, com o fechamento do acesso, serão obrigados a dar uma volta de dez quilômetros e pagar pedágio para deixar os bairros. A Viaoeste alega que o acesso foi fechado por falta de segurança, com a anuência da Secretaria de Estado dos Transportes. A passagem foi bloqueada pela primeira vez no dia 27 de dezembro, mas a prefeitura de Itu recorreu à Justiça e conseguiu uma liminar. No dia 23 de fevereiro, o prefeito Lázaro Piunti (PSDB) comandou a reabertura da estrada, que estava bloqueada por um guard-rail e montes de terra.A concessionária conseguiu revogar a liminar e voltou a fechar a vicinal no último dia 9. A prefeitura de Itu, agora, está negociando com o Governo do Estado a construção de um novo acesso para os moradores.

Agencia Estado,

15 de fevereiro de 2001 | 16h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.