Sem acordo, greve de motoristas de ônibus continua em SP

Após uma reunião de quase duas horas entre o Sindicato dos Motoristas de Ônibus e o secretário dos Transportes, Jilmar Tatto, não se chegou a um acordo para para a volta dos dos motoristas dos ônibus da Expresso Paulistano às ruas. Mais de 100 ônibus continuam parados nas proximidades da Câmara Municipal. Vai ocorrer ainda hoje, uma reunião entre o Sindicato e os motoristas em greve, que é considerada justa pela Justiça do Trabalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.