Sem água, sem luz e sem gás

Os municípios catarinenses localizados no norte do Estado, no litoral e no Vale do Itajaí estão enfrentando problemas de falta de água, por conta das fortes chuvas que atingem o Estado. O caso mais grave é na região da Grande Florianópolis, onde duas adutoras se romperam. Segundo a concessionária Casan, o problema só deve ser resolvido hoje e o abastecimento será normalizado apenas na quinta-feira, numa previsão otimista, se o tempo colaborar até lá.Enquanto isso, com 40% a menos de produção, a Casan adotou o sistema de rodízio. Das 20 horas de domingo às 8 horas de ontem, ficaram sem água os municípios de São José, Biguaçu e a parte continental de Florianópolis. Das 8 às 20 horas de ontem, foram interrompidos os serviços em Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz e no centro da capital. Em Blumenau, metade da cidade está sem luz e não há água potável para ninguém. A expectativa é de que só sexta-feira as torneiras voltem a abastecer as casas.E a chuva ainda danificou o gasoduto Brasil-Bolívia, afetando o abastecimento em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.