Sem presença de mensaleiros, Lula faz 1º comício em SP

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez neste sábado em São Mateus, na zona leste de São Paulo, seu primeiro comício no Estado, mas sem a presença dos deputados mensaleiros. Cercado por vários candidatos a deputado federal e estadual, Lula só viu próximo de seu palanque o deputado José Mentor (PT-SP), que escapou da cassação na Câmara. O Professor Luizinho, que tem sua base eleitoral em Santo André, vizinho a São Mateus, João Paulo Cunha e José Genoino não compareceram, embora alguns militantes tremulassem bandeiras com seus nomes.Em um discurso de 30 minutos, Lula disse que seus adversários estão nervosos com seu desempenho. "Em nenhum momento eu fiquei nervoso", afirmou Lula. "Vou fazer campanha sem citar o nome dos meus agressores".Lula também prometeu intensificar a campanha nos Estados onde há líderes da oposição. "Aqueles que me agridem mais é nos Estados deles que vou ter mais voto", provocou. "Vamos ver na Bahia (onde o senador Antonio Carlos Magalhões (PFL) faz oposição), no Amazonas (terra do líder do PSDB, Arthur Virgílio), e em Santa Catarina (Estado do presidente nacional do PFL, Jorge Bornhausen). Quanto mais bater, mais vou na terra deles buscar votos".Lula disse que "eles estão nervosos porque imaginavam que eu ia ganhar a eleição, ia tomar posse e em três meses a coisa tinha acabado, mas não acabou, como melhorou", afirmou. "Eles ficam pensando ´agora vem um metalúrgico metido a besta que quer saber mais que nós´. Eu não sei mais do que eles. Eu não sei mais do que eles. Eles estudaram mais do que eu, mas não é só com racionalidade que se governa".Lula citou o preço do arroz, do óleo e do cimento para tentar demonstrar que a vida do brasileiro melhorou no seu governo e prometeu fazer em oito anos "o que eles não fizeram em 20". O presidente também aproveitou para criticar o candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra. "Aquele que ia fazer tudo por São Paulo largou a cidade nas mãos do PFL e não fez o que tinha prometido".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.