Sem sucesso, FAB encerra busca por aeronave de empresário

Segundo o órgão, buscas podem ser retomadas; o helicóptero desapareceu em 23 de janeiro

Simone Menocchi, de O Estado de S. Paulo,

22 de fevereiro de 2008 | 19h11

A Aeronáutica encerrou na tarde de quinta-feira, 21, as buscas ao helicóptero do empresário João Verdi Carvalho Leite, proprietário da indústria Avibras, desaparecido desde o dia 23 de janeiro. As buscas foram suspensas uma semana depois de a Aeronáutica ter percorrido 100% da área definida para a operação, de 3.600 milhas náuticas. Segundo o Centro de Comunicação Social do órgão, as buscas podem ser retomadas a qualquer momento, desde que haja novos indícios da aeronave. Em nota oficial, a Força Aérea Brasileira informou que nestes trinta dias de intensas operações de busca foram percorridos 14 mil quilômetros quadrados em 256 horas e 57 minutos de vôo. A operação contou com duas aeronaves da Aeronáutica, um helicóptero do Exército Brasileiro e dois helicópteros Águia da Polícia Militar. A área coberta equivale ao dobro da área de buscas planejadas inicialmente. Suspeitando que a aeronave pudesse ter caído no mar, equipes de mergulhadores também fizeram buscas em Angra dos Reis, no Rio, com o apoio de três embarcações da Marinha do Brasil. O helicóptero, prefixo PP-MJV, modelo EC Colibri, desapareceu na região entre o litoral norte e o litoral sul fluminense. João Verdi estava na companhia da esposa, Regina Brasil Leite, e voltava de Angra dos Reis para São José dos Campos, no Vale do Paraíba (SP), cidade onde morava com a família. Na noite do desaparecimento, moradores dos bairros de Massaguaçu, em Caraguatatuba e de Maranduba, em Ubatuba, litoral norte do Estado, ouviram barulho de helicóptero e chegaram a ver a aeronave entre as montanhas. Segundo a unidade de resgate da Aeronáutica, o Salvaero, as aeronaves seguiram padrões internacionais de busca, que compreenderam uma área correspondente ao raio de autonomia de vôo da aeronave EC Colibri. Um grupo de seguranças da empresa Avibras e funcionários voluntários acompanhou as buscas por terra na Serra do Mar, em auxílio à Salvaero. Na empresa não há pronunciamento oficial sobre o desaparecimento.

Tudo o que sabemos sobre:
Avibrashelicópteroempresáriobuscas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.