Sem-terra invadem prédio do Incra em Maceió

Cerca de 300 integrantes de três movimentos de trabalhadores - MST, MT e CPT - invadiram hoje pela manhã a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), no centro de Maceió, mantendo como reféns mais de 20 funcionários do órgão. A invasão aconteceu por volta das 10h30 e a polícia está no local tentando negociar a desocupação do prédio. O superintendente o Incra em Alagoas, José Quixadeira Neto, disse que só negocia com os sem-terra após deixarem o edifício. Quatro andares do edifício Walmap, onde fica a sede do Incra, estão tomados pelos manifestantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.