Sem-terra serão recebidos na sede do Incra em SP

Os trabalhadores sem terra ligados ao MST que ameaçam invadir a Fazenda Marimbondo, do ex-ministro da Justiça, Aloysio Nunes Ferreira Filho, em Guzolândia, região de Araçatuba, serão recebidos na Superintendência do Incra em São Paulo para apresentar suas reivindicações. A audiência foi anunciada pelo próprio ex-ministro e, segundo ele, será realizada na segunda-feira.Mesmo com a marcação da audiência, os líderes dos sem terra resolveram continuar até o trevo de Guzolândia a marcha iniciada pelo grupo desde cedo. Nesse local, eles vão se reunir ainda hoje para decidir se ficam em Guzolândia até a realização da audiência ou se voltam para Pereira Barreto, de onde vieram.O ex-ministro não ficou em Guzolândia para comunicar aos sem terra o resultado de seus contatos com o Incra, o que foi feito por técnicos do Itesp (Instituto de Terras do Estado). Antes que o grupo chegasse à cidade, ele foi embora. Os sem-terra querem a desapropriação de fazendas na região, consideradas improdutivas, e a suspensão do despejo de 28 famílias acampadas há quatro anos na Fazenda Agropecuária Dourados, em Pereira Barreto. O despejo foi ordenado por uma juíza daquela cidade e deve ser cumprido nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.