Sem-teto continuam em frente à Prefeitura de São Paulo

Um grupo de cerca de 200 sem-teto continua acampado na manhã desta terça-feira, 30, em frente à sede da Prefeitura de São Paulo, na região central da cidade. Os manifestantes querem audiência com o prefeito Gilberto Kassab, para negociar mudanças nos programas habitacionais da cidade, além de pedir tarifas de luz e água mais baratas, num total de 14 reivindicações. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o grupo não atrapalha o trânsito da região pois eles estão concentrados na calçada. Os manifestantes integram o MMRC (Movimento de Moradia Região do Centro) e estão acampados desde a zero hora de segunda-feira. O grupo está disposto a permanecer ali, se necessário, por dias, até conseguir seu intento. ButantãCerca de 35 pessoas que moram em sete barracos sob o viaduto Naor Guel, na região do Butantã, zona oeste de São Paulo, estão sendo retiradas do local na manhã desta terça. O terreno invadido está localizado entre a Avenida Escola Politécnica e a Rodovia Raposo Tavares. A operação começou por volta das 6 horas da manhã com a ajuda de equipes da Guarda Civil Metropolitana. Funcionários da Subprefeitura do Butantã estão usando três caminhões e um trator para retirar os barracos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.