Sem-teto discutem política habitacional em encontro nacional

Cerca de 420 sem-teto de 17 Estados devem participar do encontro nacional para discutir a questão dos sem-teto, na Diocese de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A reunião, promovida pela União Nacional dos Movimentos de Moradia Popular, começa nesta sexta-feira e vai até domingo. O ministro das Cidades, Olívio Dutra, foi convidado, mas até ontem não havia confirmado presença, segundo sua assessoria."Se ele (ministro) vier, vamos cobrar providências. Estamos em campanha para a aprovação de um fundo nacional de moradia popular para pessoas que ganham até três salários mínimos. Pedimos também a regulamentação de todo o sistema nacional habitacional", disse hoje Donizete Fernandes de Oliveira, um dos coordenadores nacionais do movimento. Por enquanto, a única representante enviada pelo Ministério das Cidades para o encontro, que começa às 9h, é Ivaniza Rodrigues, chefe de gabinete da Secretaria Nacional de Programas Urbanos.

Agencia Estado,

23 de abril de 2004 | 05h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.