Sem-teto invadem casas abandonadas em Taubaté

Cerca de 50 casas de um conjunto habitacional abandonado foram invadidas na manhã deste sábado por famílias sem moradia em Taubaté, na região paulista do Vale do Paraíba. A ocupação ocorreu por volta das 6 horas. A área, no Parque Ipanema, tem 62 casas e somente quatro estavam habitadas. As outras foram abandonadas há cerca de oito anos sem acabamento e foram saqueadas por ladrões neste período. Sem janelas, nem pintura, os imóveis tinham sido construídos por uma cooperativa, que abandonou a obra antes do término.Na manhã deste sábado cerca de 150 pessoas foram até as casas e começaram a limpar os quintais e os imóveis. "Não queremos nada de graça", diziam, enquanto limpavam o local. A Polícia Militar foi ao local mas não houve confronto. A intervenção dos policiais só pode ser feita mediante uma ordem judicial de reintegração de posse. A ocupação teve o apoio de partidos políticos como o PSTU e sindicatos, além de integrantes do movimento sem-teto. Um dos integrantes do movimento, Augusto Vieira, informou que as casas têm diferentes donos e que a obra foi embargada há mais de cinco anos pela prefeitura, impedindo que o local fosse habitado. "Pedimos que a prefeitura faça um levantamento dos impostos devidos e regularize este local, com água e energia elétrica. Os ocupantes estão dispostos a pagar para os antigos proprietários, por meio de empréstimos habitacionais". Uma das ocupantes era a aposentada Maria Lúcia Barreto, de 65 anos. "Entramos aqui trazendo lampião e alguns pertences. Vamos insistir pra ficar já que aqui servia de esconderijo de bandidos e lugar pra uso de droga".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.