Sem-teto ocupam prédio abandonado do INSS no centro do Rio

Cerca de 50 pessoas invadiram o edifício na zona portuária, abandonado desde a década de 1970

Marcelo Gomes, O Estado de S. Paulo

28 de agosto de 2013 | 10h08

RIO - Cerca de 50 pessoas ligadas a movimentos sociais de luta pela moradia ocuparam, na madrugada desta quarta-feira, 28, o prédio número 53 da Avenida Venezuela, na zona portuária do Rio de Janeiro. Duas viaturas da Polícia Militar estão no local.

O edifício, que pertence ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e estaria abandonado desde a década de 1970, havia sido ocupado pela primeira vez em 2005. Na ocasião, os ativistas passaram a chamar o local de Ocupação Zumbi dos Palmares. Eles foram despejados em 2009 e, desde então, o prédio permanece vazio.

Os manifestantes exigem que o edifício seja destinado à moradia popular. Segundo eles, a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) estaria planejando utilizar o imóvel para abrigar famílias que atualmente residem na comunidade do Horto, dentro dos limites do Jardim Botânico, na zona sul da cidade, e que serão removidas após a demarcação dos limites do parque.

Participam da ocupação membros do Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), da Central de Movimentos Populares (CMP) e da União por Moradia Popular (UMP).

Tudo o que sabemos sobre:
insssem teto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.