Sem-teto promovem onda de invasões no Recife

Cerca de 80 famílias ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) invadiram hoje um terreno ao lado da prefeitura do Recife, pertencente ao Porto do Recife e onde já funcionou um depósito da Petrobras. Foi a terceira ocupação, em 24 horas, promovida pelo movimento, que anunciou a meta de fazer 20 invasões de terrenos e prédios até o final de agosto, mobilizando 4,5 mil famílias. A ocupação de hoje ocorreu de forma pacífica e imediatamente os sem-teto começaram a levantar barracas. A polícia está do lado de fora acompanhando."O objetivo da jornada de luta é pressionar as autoridades a regularizar áreas pendentes", afirmou um dos coordenadores estaduais do movimento, reverendo Marcos Cosmo, da Igreja Anglicana. Segundo ele, o déficit habitacional no Estado é de 300 mil moradias, sendo 80 mil no Recife. "É preciso organizar o povo para se tentar reduzir essa dívida social".Na segunda-feira foram invadidos o mercado público do município metropolitano do Cabo e um terreno no bairro Chão de Estrelas, na capital. O MTST de Pernambuco surgiu em fevereiro de 2000 e possui 30 ocupações no Estado - 30 na região metropolitana e quatro no interior - com um total de 8 mil famílias acampadas, de acordo com Marco Cosmo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.