Sem-teto querem que Ministério das Cidades fiscalize recursos

A principal reivindicação a ser apresentada pelos representantes da União Nacional por Moradia Popular (UNMP) na reunião com o ministro da Cidades, Márcio Fortes, é que o ministério fiscaliza a aplicação dos recursos da Caixa Econômica Federal (CEF) no Programa Crédito Solidário e em outros financiamentos de casa própria. A informação é do coordenador do movimento, Donizete Fernandes. Ele está em Brasília para a reunião, da qual também devem participar o vice-presidente de Desenvolvimento Urbano e Governo da Caixa, Jorge Fontes Hereda, e representantes do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Até esta quarta-feira, 11, os sem-teto estavam acampados na porta no do Ministério das Cidades, numa mobilização por mais recursos para o financiamento de habitações populares e agilidade nas desapropriações de imóveis inativos da União. Em função do movimento, os militantes conseguiram o encontro com Márcio Fortes. Nesta quinta, a maioria dos manifestantes já deixou a Esplanada dos Ministérios e só ficaram os coordenadores estaduais do movimento, que aguardam o resultado da reunião.

Agencia Estado,

12 Abril 2007 | 12h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.