Sem-teto são retirados de terreno em Taboão da Serra

Cerca de 860 famílias sem-teto foram retiradas de uma área de 80 mil metros quadrados em Taboão da Serra, na grande São Paulo, ocupada desde outubro de 2005. Os membros do acampamento Chico Mendes fizeram um acordo para a desativação da invasão, prevendo a construção, pelo governo federal, de 860 casas na região para abrigar as famílias. A Caixa Econômica Federal (CEF), que financiará o projeto habitacional, está auxiliando os sem-teto na escolha do terreno para comunidade. Do total de famílias acampadas, cerca de 250 já foram beneficiadas por um acordo com o governo do estado e recebem auxílio de bolsas-aluguel.O MTST fará ainda hoje uma marcha seguida de ato político-cultural na Rodovia Régis Bittencourt.

Agencia Estado,

09 de junho de 2006 | 13h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.