Sem verde, avenida tem ar mais quente, seco e poluído

A falta de árvores na Paulista pode trazer dois principais problemas: a temperatura na região aumenta e a quantidade de poluentes acumulada também. Isso porque as árvores regulam o clima e funcionam como barreira física contra o avanço de poluentes - já que absorvem partículas de poluição. Para perceber isso, pare durante dois minutos na via e observe como o organismo se comporta: o ar incomoda ao entrar pelas narinas, a atmosfera é seca e os poluentes, embora não possam ser vistos, grudam na pele, nos cabelos e seguem para os pulmões.

, O Estadao de S.Paulo

14 de setembro de 2009 | 00h00

"As árvores prestam um serviço ambiental", diz a engenheira florestal Ana Paula Martins, do Laboratório de Poluição Atmosférica da USP. Um dos benefícios do verde é um ambiente menos poluído. "Elas (árvores) sequestram gás carbônico e monóxido de carbono. Sem árvores, o que não fica retido no tronco, folhas e cascas ficará na atmosfera", disse a pesquisadora. Ela descobriu que as árvores tomam para si os poluentes após fazer um estudo no Parque Trianon, no qual constatou que, nas árvores instaladas na esquina da Rua Peixoto Gomide, por exemplo, a concentração de poluentes, como o bário, é 3 a 5 vezes maior do que as existentes no interior da floresta urbana. "As árvores protegem as que ficam no centro, impedindo o avanço da poluição."

Para ela, a solução é arborizar avenidas com grande fluxo de veículos. No caso da Paulista, ela recomenda que, além de mudas, sejam plantadas árvores adultas. Para a professora Helena Ribeiro, da Faculdade de Saúde Pública da USP, árvores com copas largas são as mais indicadas para arborização da Paulista, porque a chance de o exemplar sobreviver é maior e porque a área de sombra aumenta, evitando o aquecimento da superfície.

Esse aquecimento forma ilhas de calor - título que a Paulista detém -, provocadas pela pavimentação e falta de área verde. O resultado é radiação solar armazenada no concreto e asfalto, elevando a temperatura. "Se houvesse verde, a vegetação devolveria a radiação por meio de evapotranspiração e manteria o ar úmido", diz Helena.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.