Sem voz, Gil é substituído por Elba Ramalho em seu trio elétrico

O cantor e ministro Gilberto Gil ficou afônico e não pode cantar no seu trio elétrico Expresso 2222 na noite deste domingo. Na sua ausência, a cantora Elba Ramalho, com uma coroa brilhante de rainha, foi a estrela da festa. Ela cantou homenagem de Moraes Moreira ao frevo pernambucano, com Vassourinha Elétrica, e fez grande homenagem ao povo da Bahia, citando os versos "essa alegria de criança que a gente chama Bahia" e misturando Recife e Salvador no palco. "Canta comigo, Gil?", ela perguntou, quando passava em frente ao Camarote Oceania, onde estava o ministro. Ele gesticulou e ela entendeu. "Está sem voz?", disse, antes de atacar Festa do Interior, com o cantor e músico Chico César como seu acompanhante, na guitarra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.